Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Muritiba (Barão e Visconde com grandeza e Marquez de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Muritiba (Barão e Visconde com grandeza e Marquez de)


MURITIBA. (Barão e Visconde com grandeza e Marquez de) Manoel Vieira Tosta.

Nasceu na cidade da Cachoeira, na Provincia da Bahia, em 12 de Julho de 1807.

Falleceu na cidade do Rio de Janeiro, em 22 de Fevereiro de 1896.

Filho de Manoel Vieira Tosta e de sua mulher D. Joanna Maria da Natividade Tosta.

Casou com D. Isabel Pereira de Oliveira fallecida Viscondessa de Muritiba, em 15 de Fevereiro de 1873; filha de José Antonio Ribeiro de Oliveira e de sua mulher D. Joanna Pereira de Barros.

Era Pae do 2º Barão com grandeza de Muritiba, e irmão do Barão de Nagé.

Bacharel em sciencias juridicas e sociaes pela Faculdade de S. Paulo em 1831, foi aposentado em 1857 com honras de Ministro do Supremo Tribunal de Justiça, sendo Desembargador da Relação da Côrte

Foi Deputado á Assembléa Geral por sua Provincia natal na 4ª, 7º e 8ª legislaturas e nomeado Senador em Maio de 1831.

Presidiu as Provincias de Sergipe em 1844, de Pernambuco em 1848 e do Rio Grande do Sul em 1855.

Foi Ministro da pasta da Marinha no 10º Gabinete de 29 de Setembro de 1848; da Justiça no 14º Gabinete de 12 de Desembro de 1858, e da Guerra no 23º de 16 de Julho de 1868.

Era Membro ordinario do Conselho de Estado; do Conselho de S. Magestade; Grande do Imperio; Commendador da Imperial Ordem de Christo, em 1841; Dignitario da Ordem Imperial do Cruzeiro, em 1849, e Commendador da I. Ordem da Rosa, em 1858.

BRAZÃO DE ARMAS: Em campo azul, uma asna de oiro entre tres estrellas de prata, de cinco pontas. Chefe de oiro carregado de tres vieiras de góles.

CORÔA: A de Marquez.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Barão com grandeza por decreto de 14 de Março de 1855, Visconde com grandeza por decreto de 15 de Outubro de 1872; Marquez por decreto de 16 de Maio de 1888.