Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Santo Amaro (Barão, 1º Visconde com grandeza e Marquez de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Santo Amaro (Barão, 1º Visconde com grandeza e Marquez de)


SANTO AMARO. (Barão, 1º Visconde com grandeza e Marquez de) José Egydio Alvares de Almeida.

Nasceu na cidade de S. Amaro, na Bahia, em 1 de Setembro de 1767.

Falleceu no Rio de Janeiro, em 12 de Agosto de 1832.

Filho de José Alvares Pinto de Almeida, Fidalgo Cavalleiro da Casa Real e Capitão-Mór das Ordenanças da Bahia, e de sua mulher D. Antonia de Freitas.

Casou a primeira vez com D. Maria do Carmo de Passos e Almeida, e a segunda vez com D. Maria Benedicta Papança de Almeida.

Foi Secretario do Gabinete do Principe Regente D. João, que quando acclamado, nomeou-o em 1818, Conselheiro do Erario Regio e do Conselho da Fazenda. Em 1823 sentou-se entre os Deputados da Assembléa Constituinte, representando a Provincia do Rio de Janeiro.

Foi Embaixador em Missão Extraordinaria em Londres e Paris em 1831, e o 1º Presidente do Senado na Sessão de 1826. Foi um dos dez Conselheiros que formularam e assignaram a Constituição do Imperio. Era Senador pelo Rio de Janeiro, nomeado em 1826, Conselheiro de Estado effectivo, em 1823, Grande do Imperio, Gentil-Homem da Camara do 1º Imperador, Grã-Cruz da I. Ordem da Cruzeiro, etc. Era Barão por Portugal, e Cavalleiro da Ordem de Malta.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Visconde com grandeza por decreto de 12 de Outubro de 1824. Marquez por decreto de 12 de Outubro de 1826. Barão em Portugal por decreto de 6 de Fevereiro de 1818.