Abrir menu principal
As Rimas de João Xavier de Matos
por Sapateiro Silva


As Rimas de João Xavier de Matos
São obras de um gênio bem completo;
Mas melhor não faz ele um bom Soneto,
Do que eu faço alguns sapatos.

Se ele só procura gênios gratos,
Eu quero Cordovão do mais seleto;
Queixa-se ele do seu ingrato afeto,
Eu me alegro de ver gênios ingratos.

Bem sei que toda corte de Lisboa
Aplausos mil lhe dá com bizarria:
Que a fama do seu verso o mundo atroa;

Porém eu tenho cá outra valia,
Porque todo o Brasil já me apregoa
Primaz de Parnasal sapataria.