Diferenças entre edições de "Eu (Augusto dos Anjos, 1912)/Vencedor"

38 bytes removidos ,  22h50min de 31 de outubro de 2009
m
Retirando categorias redundantes
m
m (Retirando categorias redundantes)
 
Meu coração - estranho carniceiro!
 
 
 
Não podes?! Chama então presto o primeiro
 
Nenhum pôde domar o prisioneiro.
 
 
 
Meu coração triunfava nas arenas.
 
E outro mais, e, por fim, veio um atleta,
 
 
 
Vieram todos, por fim; ao todo, uns cem...
 
[[Categoria:Pré-Modernismo]]
[[Categoria:Poesia brasileira]]
[[Categoria:Augusto dos Anjos]]
[[Categoria:1912]]
2 425

edições