Diferenças entre edições de "Terra de Jecas"

45 bytes removidos ,  13h19min de 5 de agosto de 2006
sem resumo de edição
m (Revertidas edições por 555, para a última versão por Davanessa)
{{navegar-desc
|obra={{PAGENAME}}}}
[[Categoria:História de Cascavel]]
=Menosprezo a Cascavel fez Sandálio decidir=
Certa vez, amigos de Sandálio dos Santos tomaram conhecimento dos repetidos convites feitos por Nhô Jeca para que se estabelecesse na Encruzilhada. O deboche desse pessoal, em tomo de uma fogueira na roda do chimarrão, acabou irritando Sandálio, que ouviu dizer da Encruzilhada ser “uma terra de jecas”.
 
Naquele momento a decisão lhe veio de estalo: iria para a vilazinha dos jecas e ajudaria a transformar o sonho de [http[w://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Silv%C3%A9rio_de_Oliveira José Silvério de Oliveira|José Silvério de Oliveira]] em realidade.
 
Logo ao chegar a Cascavel, Sandálio dos Santos foi assumindo todas as tarefas que requeriam maior capacidade intelectual e discernimento. Começou como professor, tornou-se escrivão, policial e até mesmo médico, tendo curado centenas de pessoas manipulando uma coleção intitulada O Conselheiro Médico do Lar, do dr. Humberto O. Swartout, que o médico improvisado qualificava de “excelente”.
 
[[Imagem:Santos,_Eudes_-_D_Pedro_7.9.73_Gpo_esc_de_Cascavell.jpg|esquerda|]]'''''EUDES, FILHO DE SANDÁLIO, REPRESENTA D. PEDRO EM PARADA DE 7 DE SETEMBRO'''''
 
 
 
 
 
(Fonte: Alceu A. Sperança, jornal '''O Paraná''', seção dominical ''Máquina do Tempo'')
 
'''Leia mais'''
 
[http://pt.wikisource.org/wiki/Cascavel HISTÓRIA DE CASCAVEL]
2 595

edições