Wikisource:Sobre: diferenças entre revisões

2 951 bytes removidos ,  21h08min de 17 de novembro de 2011
m
Foram revertidas as edições de 41.190.174.201 (disc) para a última versão por Jafeluv
Sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 41.190.174.201 (disc) para a última versão por Jafeluv)
O '''Wikisource''' — a biblioteca livre — é um projeto da [[:w:Wikimedia Foundation|Wikimedia Foundation]] que, de forma colaborativa, reúne um conjunto de textos que possuam valor histórico-cultural e que sejam compatíveis com a licença [http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.pt CC-BY-SA 3.0] (Creative Commons Atribuição-Compartilhamento pela mesma licença).
'''SEGUIMENTO DE DOENTES DE LEPRA DURANTE O TRATAMENTO: AVALIAÇÃO DAS FICHAS CLÍNICAS NA PROVÍNCIA DA ZAMBÉZIA, MOÇAMBIQUE, ENTRE 2000 A 2006'''
 
A intenção do projeto é tornar disponível a um público amplo [[:w:documento histórico|documentos históricos]], obras literárias e científicas, dentre outros materiais que possam ter valor histórico ou cultural. Não são aceitos materiais inéditos ou não publicados. Veja mais em [[Wikisource:O que o Wikisource inclui]].
Autores: '''Dr. Jorge Arroz''' 1; Dr. Alcino Ndeve 2; Dr. Francisco Mbofana 3; Dr. Alberto Junior 4
 
No entanto, apenas obras em domínio público ou compatíveis com a licença CC-BY-SA podem ser disponibilizadas no Wikisource. Obras que possuam proteção por direitos autorais ou restrições de uso devem ser removidas o quanto antes do sítio. Tal política de direitos autorais acaba fazendo com que traduções de obras que já estejam em [[w:domínio público|domínio público]] não sejam muito frequentes em tal projeto; no entanto, a tradução feita por um indivíduo (ou por um grupo) de obras tidas como relevantes é estimulada, sendo este um dos diferenciais do Wikisource em comparação com outras bibliotecas virtuais.
1 – Médico – Pós-Graduando em Mestrado em Saúde Pública - Moçambique
2 – Médico Especialista em Dermatovenereologia – Director do Programa Nacional de Controlo da Lepra no Ministério da Saúde – Moçambique
3 – Médico – MPH/PhD; Director Científico do Instituto Nacional de Saúde no Ministério da Saúde - Moçambique
4 – Médico – Universidade Federal do Ceará - Brasil
 
Outro ponto de diferenciação com outros acervos, além do uso livre dos textos e do estímulo à tradução, é que, por se tratar de uma wiki, qualquer pessoa pode digitalizar textos em domínio público que não se encontrem na Internet e os disponibilizar através do Wikisource.
 
As obras digitalizadas podem, ainda, receber notas de rodapé com esclarecimentos sobre determinados trechos das mesmas, ou links em determinadas palavras que remetam o leitor a outro projeto da Wikimedia, como, por exemplo, verbetes da [[w:Wikipédia|Wikipédia]] ou do [[:w:Wikcionário|Wikcionário]].
Introdução: A evolução clínica e qualidade do registo dos doentes de lepra constitui uma etapa importante, rumo ao processo de eliminação e controlo sustentável da doença.
Objectivo: Verificar as fichas clínicas em relação ao seguimento de doentes de lepra durante o tratamento na Província da Zambézia entre 2000 a 2006.
Metodologia: Um estudo transversal foi realizado em 2007. Foi feita uma revisão das fichas de registos de doentes de lepra de 2000 a 2006. Foram revistas 597 fichas clínicas dos 8.554 pacientes de Lepra registados nesse período. Os dados foram introduzidos e analisados no Epidata 3.1. Foi usada uma análise descritiva.
Resultados: Em 4 dos 17 distritos não foram encontradas as fichas; mais da metade (55,1%) dos doentes eram do sexo feminino, com idade que variavam entre os 4 e 79 anos, 9.2% eram crianças. 95,3% das fichas tinham observações para localizar o doente; (93,5%) dos pacientes eram casos novos, destes 66,2% eram multibacilares (MB); 83,8% tiveram alta de tratamento, 2,7% foram abandonos e em 11,7% das fichas não houve registo de informação sobre o modo de saída. Em 97,8% das fichas a entrada o paciente foi avaliado por um enfermeiro. 65,3% dos doentes melhoraram, 10,4% permaneceram estacionários, 0.3% pioraram e 24,4% das fichas não tinham informação da evolução clínica. 15,9% dos doentes à entrada tinham grau 2 de deformidade. Não houve registo da evolução do grau de incapacidade em 24,1% dos doentes; 10,4% das fichas tiveram reporte de reacção a entrada e não houve registo de reacção em 23,1% dos doentes a saída; 44,9% das fichas estavam preenchidas incorrectamente.
Conclusões: Falhas no registo de informação principalmente na avaliação intermédia e final; deficit de seguimento e acompanhamento dos doentes com implicações negativas para o programa; percentagem de cura relativamente baixa ao recomendado; grande infecciosidade da doença na comunidade bem como prevalência de doença oculta na comunidade; irregularidade dos doentes na toma dos medicamentos.
Palavras chave: Lepra; Fichas clínicas; Seguimento clínico; Zambézia, Moçambique
 
== {{Ver também}} ==
* [[{{MediaWiki:Helppage}}|Páginas de ajuda]]
 
[[Categoria:!Wikisource|Sobre]]
'''FOLLOW-UP OF LEPROSY PATIENTS DURING TREATMENT: EVALUATION OF CLINICAL RECORDS IN ZAMBEZIA PROVINCE, MOZAMBIQUE, FROM 2000 TO 2006'''
 
[[ar:ويكي مصدر:حول]]
Authors: '''Dr. Jorge Arroz 1'''; Dr. Alcino Ndeve 2; Dr. Francisco Mbofana 3; Dr. Alberto Junior 4
[[de:Wikisource:Über Wikisource]]
 
[[en:Wikisource:About]]
1 – Medical Doctor – Post-Graduatte of Master of Public Health - Mozambique
[[es:Wikisource:Acerca de]]
2 – Medical Doctor – Dermatovennerologyst – Director of National Leprosy Control Program at Ministry of Health – Mozambique
[[fa:ویکی‌نبشته:درباره]]
3 – Medical Doctor – MPH/PhD; Scientific Director in Health Nation Institute at Ministry oh Health
[[he:ויקיטקסט:אודות]]
4 – Medical Doctor – Ceara Federal University - Brazil
[[hy:Վիքիդարան:Էությունը]]
 
[[id:Wikisource:Perihal]]
Introduction: The clinical and quality of the register of patients with leprosy is an important step toward the process of elimination and sustainable disease control.
[[ja:Wikisource:Wikisourceについて]]
 
[[mk:Викиизвор]]
Objective: To assess the clinical records in relation to the follow-up of leprosy patients during treatment in Zambezia Province from 2000 to 2006.
[[nl:Wikisource:Over Wikisource]]
 
[[no:Wikikilden:Om]]
Methodology: A cross-sectional study was conducted in 2007. A review of clinical records of leprosy patients from 2000 to 2006. We reviewed 597 clinical records of the 8.554 leprosy patients registered during the period. Data were entered and analyzed in Epidata 3.1. We used an descriptive analysis.
[[ro:Wikisource:Despre]]
 
[[th:วิกิซอร์ซ:เกี่ยวกับเว็บไซต์]]
Results: In four of the 17 districts were not found clinical records, more than half (55.1%) patients were female, with ages ranging between 4 and 79 years, and 9.2% were children. 95.3% of the clinical records had observation of how to locate the patient; (93.5%) patients were new cases, of these 66.2% were multibacillary (MB), 83.8% were discharged from treatment (cured), 2.7% abandoned the treatment and there were no information on 11.7% of clinical records. In 97.8% of the clinical records, initial evaluation was by nurses. In relation to clinical evolution, 65.3% of patients improved, 10.4% remained stationary, 0.3% worsened and there were no information about the evolution in 24.4% of the clinical records. 15.9% of patients had grade 2 deformity at the entrance. There was no record of the evolution of the degree of disability in 24.1% of patients, 10.4% of the clinical records were reporting at entry leprosy reaction and there was no record of leprosy reaction in 23.1% of patients out; 44.9% of clinical records were completed incorrectly.
[[zh:Wikisource:关于]]
 
Conclusions: Failure to record information mainly in the intermediate and final evaluation; deficit for follow-up of patients with negative implications for the program; relatively low cure rate; high infectivity of the disease in the community and high prevalence of occult disease in the community; irregularity in patients taking the medicines.
 
Keywords: Leprosy, Clinical records, clinical follow; Zambezia; Mozambique