Diferenças entre edições de "Artigo de Euclides da Cunha de 5 de setembro de 1897"

m
sem resumo de edição
m (ajustes (AWB))
m
{{navegar
|obra=[[Diário de uma expedição]]
|obra=(Artigo de Euclides da Cunha de 5 de setembro de 1897)
|autor=Euclides da Cunha
|notas=Publicado no ''Estado de São Paulo'' em 22 de setembro de 1897
|obraanterior=([[Artigo de Euclides da Cunha de 54 de setembro de 1897)]]
}}
|posterior=[[Artigo de Euclides da Cunha de 5 de setembro de 1897]]}}
 
CANSANÇÃO — Aqui chegamos às 9 horas da manhã — esplêndida manhã! — caminhando duas léguas a partir do Tanquinho. Cansanção, felizmente, já merece o nome de povoado. Tem onze casas, algumas cobertas de telhas, e um armazém paupérrimo no qual entramos com a mesma satisfacção com que aí se penetra no Pregredior. Sentimo-nos deslumbrados ante as prateleiras toscas e desguarnecidas.