Diferenças entre edições de "Página:A Bella Madame Vargas.djvu/23"

227 bytes adicionados ,  12h02min de 5 de abril de 2015
sem resumo de edição
(555: split)
 
Corpo de página (em modo de transclusão):Corpo de página (em modo de transclusão):
Linha 1: Linha 1:
  +
{{cabeçalho|centro={{sc|acto primeiro}}|direita=15}}
Quando não é a desgraça de ambos, é pelo menos o desastre de um.
 
   
 
Quando não é a desgraça de ambos é pelo menos o desastre de um.
José - Do que ama ou do que é amado?
 
   
 
{{c| <big>{{sc|josé}}</big> }} Do que ama ou do que é amado?
Belfort - Do que tiver menos sorte. Hortência, por exemplo, é sempre obrigada ao papel de Vênus destruidora, numa época que é a negação da mitologia.
 
   
 
{{c| <big>{{sc|belfort}}</big> }} Do que tiver menos sorte. Hortencia por exemplo é sempre obrigada ao papel de Venus destruidora, numa epoca que é a negação da mythologia.
José (grave) - Como o barão labora em erro. Hortência é Tão boa?
 
   
  +
{{c| <big>{{sc|josé}}</big> <small>(grave).</small>}} Como o barão labora em erro. Hortencia é tão bôa!
Belfort - Não digo ao contrário.
 
   
  +
{{c| <big>{{sc|belfort}}</big> }} Não digo ao contrario.
José - Deve saber melhor do que eu, que se ela casou, casou por conveniência de família e soube apesar disso honrar o nome de seu marido. (Pausa)
 
   
 
{{c| <big>{{sc|josé}}</big> }} Deve saber melhor do que eu, que se ella casou, casou por conveniencias de familia e soube apesar d’isso honrar o nome de seu marido. <small>(Pausa.)</small>
Belfort - Como o sinto diferente, José, desta sociedade!
 
  +
 
{{c| <big>{{sc|belfort}}</big> }} Como o sinto differente, José desta sociedade!