Diferenças entre edições de "Página:A Bella Madame Vargas.djvu/187"

209 bytes adicionados ,  07h18min de 10 de abril de 2015
(555: split)
 
Estado da páginaEstado da página
-
!Páginas não revisadas
+
!Páginas revisadas
Corpo de página (em modo de transclusão):Corpo de página (em modo de transclusão):
Linha 1: Linha 1:
Não. Quando tenho uma forte emoção a dor sempre vem.
+
{{c| <big>{{sc2|Madame Vargas}}</big> }} Não. Quando tenho uma forte emoção a dôr vem sempre.
   
José - Por que não toma uma pouco d'aspirina?
 
   
  +
{{c| <big>{{sc2|José}}</big> }} Porque não toma uma pouco d’aspirina?
Madame Vargas - Não, obrigada.
 
   
Madame Azambuja - É uma dor tremenda essa. Eu nunca a tinha tido. Parece-lhes impossível? Pois é. Só oito dias é que a senti pela primeira vez. Quase morri!
 
   
  +
{{c| <big>{{sc2|Madame Vargas}}</big> }} Não, obrigado.
Belfort - Que me diz?
 
   
Madame Azambuja - Sério. Foi depois de um jantar em casa de Madame Braga, a esposa do homem de borracha.
 
   
 
{{c| <big>{{sc2|Madame Azambuja}}</big> }} É uma dôr tremenda essa. Eu nunca a tinha tido. Parece-lhes impossivel? Pois é. Só ha oito dias é que a senti pela primeira vez. Quasi morro!
Carlota - Aquela que dá agora recepções?
 
  +
  +
 
{{c| <big>{{sc2|Belfort}}</big> }} Que me diz?
  +
  +
 
{{c| <big>{{sc2|Madame Azambuja}}</big> }} Serio. Foi depois de um jantar em casa de Madame Braga, a esposa do homem de borracha.
  +
  +
 
{{c| <big>{{sc2|Carlota}}</big> }} Aquella que dá agora recepções?
  +
  +
  +
{{NOP}}