Diferenças entre edições de "Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990)"

se(c)ção Base IV salva
m (adjusting width to be more responsive while setting a minimum)
(se(c)ção Base IV salva)
<ol style="list-style-type: lower-alpha;">
<li><!-- a) -->
Conservam-se nos casos em que são invariavelmente proferidos nas pronúncias cultas da língua: ''compacto, convicção, convicto, ficção, friccionar, pacto, pictural''; ''adepto, apto, díptico, erupção, eucalipto, inepto, núpcias, rapto.'';
</li>
 
<li><!-- b) -->
Eliminam-se nos casos em que são invariavelmente mudos nas pronúncias cultas da língua: ''ação, acionar, afetivo, aflição, aflito, ato, coleção, coletivo, direção, diretor, exato, objeção''; ''adoção, adotar, batizar, Egito, ótimo.'';
</li>
 
<li><!-- c) -->
Conservam-se ou eliminam-se, facultativamente, quando se proferem numa pronúncia culta, quer geral, quer restritamente, ou então quando oscilam entre a prolação e o emudecimento: ''aspecto'' e ''aspeto'', ''cacto'' e ''cato'', ''caracteres'' e ''carateres'', ''dicção'' e ''dição''; ''facto'' e ''fato'', ''sector'' e ''setor'';, ''ceptro'' e ''cetro'', ''concepção'' e ''conceção'', ''corrupto'' e ''corruto'', ''recepção'' e ''receção'';.
</li>
 
</li>
 
<li><!-- 2.º -->
<li><!-- 2.º --> Conservam-se ou eliminam-se, facultativamente, quando se proferem numa pronúncia culta, quer geral, quer restritamente, ou então quando oscilam entre a prolação e o emudecimento: o ''b'' da sequência ''bd'', em ''súbdito''; o ''b'' da sequência ''bt'', em ''subtil'' e seus derivados; o ''g'' da sequência ''gd'', em ''amígdala, amigdalácea, amigdalar, amigdalato, amigdalite, amigdaloideamigdalóide, amigdalopatia, amigdalotomia''; o ''m'' da sequência ''mn'', em ''amnistia, amnistiar, indemne, indemnidade, indemnizar, omnímodo, omnipotente, omnisciente,'', etc.; o ''t'' da sequência ''tm'', em ''aritmética'' e ''aritmético''.
</li>
</ol>