Diferenças entre edições de "Correspondência ativa de Euclides da Cunha em 1895"

sem resumo de edição
 
<p>Euclides
 
== B.do Descalvado, 3 de maio de 1895 ==
 
:Meu caro João Luís
 
<p>Envio-te apertado abraço, desejando as maiores felicidades assim como a toda a família. Com exceção do filhinho menor, chegamos bem. Fizemos a pior das viagens: logo ao entrar no trem, aí, na Campanha, a Saninha deitou-se, tonta pelo movimento e só levantou em S. Paulo! Imagina, agora, que interessantíssima viagem eu fiz, tendo de fazer requisições de passe, de baldear bagagens e ao mesmo tempo cuidar das funções estranhas de ama-seca… No Cruzeiro, enquanto eu requisitava a passagem, a Saninha e a senhora do dr. Carlito tomaram o trem que seguia para o Rio e quase que para lá foram – porque após desfeito o engano, retiraram-se do trem quando este já ia em movimento – Renuncio, porém, à ideia de relatar-te os episódios da romaria. Esta carta tem um único objetivo: demonstrar-te que não esqueço o bom e distinto amigo. Tenho tantas cartas a escrever que me é impossível alongar-me mais. Amanhã escreverei ao teu sogro, o inolvidável parceiro do pôquer. Dê-lhe, por mim, apertadíssimo abraço. Diga ao Capelli que amanhã irei tratar do negócio do Ferreira e então escrever-lhe-ei.</p>
<p>É escusado dizer as saudades que sinto da Campanha. Já temos aqui um quarto preparado para você e família – porque afinal estamos certos que não ficará em palavra apenas a promessa que nos fez de vir passar aqui algum tempo.</p>
<p>Lamento não ter tempo para conversarmos mais, noutra carta serei mais longo. A Saninha envia muitas saudades a d. Fernandina, d. Maria Antonia, d. Zoraide, d. Lalica e meninos; deseja, como eu, que a Maria de Lourdes continue bonita e forte. Abrace por mim aos amigos daí e disponha de quem é com verdadeira estima amº. obrmo.</p>
 
:Euclides
 
[carimbo: Euclydes R. Pimenta da Cunha
Fazenda Trindade
Belém do Descalvado]
 
== S. Paulo, 9 de outubro de 1895 ==
<p>Diga ao nosso grande amigo dr. Brandão compreendo perfeitamente que somente raras vezes terá tempo para escrever aos amigos, com a vida atarefada que aí leva.
<p>Recebemos o broche que aí ficara e não comuniquei porque era desnecessário.
<p>Recomende-nos muito a todos da tua família e do dr. Brandão. Mal resta-me espaço para assinar-me como sempre. AmoAmº obrmo.
 
<p>Euclides da Cunha