Diferenças entre edições de "Página:Os Lusiadas.pdf/30"

1 byte adicionado ,  07h30min de 14 de maio de 2017
m
sem resumo de edição
 
m
 
Corpo de página (em modo de transclusão):Corpo de página (em modo de transclusão):
Linha 1: Linha 1:
 
<center><span style="font-size: 1.3em;">'''ADVERTENCIA.'''</span></center>
 
<center><span style="font-size: 1.3em;">'''ADVERTENCIA.'''</span></center>
   
<span style="font-variant: small-caps;">Todas</span> as nações tem-se esmerado em dar á luz soberbas edições dos seus primeiros Classicos, apurando com curioso desvelo os textos originaes, e ornando-os com todo o luxo da Typographia, do Desenho, e do Buril. He huma especie de monumento erigido aos authores assinalados que as illustraram, e he hum meio de conservar com mais resguardo os seus textos puros nas Bibliothecas publicas, e nas dos amadores de livros, que podem adquirir estas custosas edições.
 
   
 
<span style="font-variant: small-caps;">Todas</span> as nações tem-se esmerado em dar á luz soberbas edições dos seus primeiros Classicos, apurando com curioso desvelo os textos originaes, e ornando-os com todo o luxo da Typographia, do Desenho, e do Buril. He huma especie de monumento erigido aos authores assinalados que as illustraram, e he hum meio de conservar com mais resguardo os seus textos puros nas Bibliothecas publicas, e nas dos amadores de livros, que podem adquirir estas custosas edições.
   
<span style="font-variant: small-caps;">Os Lusiadas</span> foram impressos pela primeira vez em Lisboa, no anno de 1572, na officina de Antonio Gonçalvez, tendo para esse fim obtido Luis de Camões hum privilegio de dez annos, concedido por Alvará do Senhor Dom Sebastiao, em data de 1571. Os exemplares desta edição (cujo numero ignoramos) ven
+
<span style="font-variant: small-caps;">Os Lusiadas</span> foram impressos pela primeira vez em Lisboa, no anno de 1572, na officina de Antonio Gonçalvez, tendo para esse fim obtido Luis de Camões hum privilegio de dez annos, concedido por Alvará do Senhor Dom Sebastiao, em data de 1571. Os exemplares desta edição (cujo numero ignoramos) ven-