Diferenças entre edições de "Wikisource:Página de testes"

763 bytes adicionados ,  13h38min de 30 de abril de 2018
Poema: O ANDARILHO
m
(Poema: O ANDARILHO)
 
<!-- POR FAVOR, NÃO APAGUE ESTA LINHA -->{{Página de testes}}<!-- não apagar -->
<poem>
'''O ANDARILHO'''
João Deolindo Lucca</poem>
 
VAGANDO, VOU, SOLITÁRIO ANDARILHO,
PROCURANDO, ENTRE A INDIFERENTE MULTIDÃO,
O AMOR QUE JÁ FOI MEU E QUE O DESTINO,
SEM PIEDADE, AFASTOU, DO MEU CARENTE CORAÇÃO.
 
NO MEU PEITO, GUARDO SEMPRE A ESPERANÇA,
DE CONSEGUIR ENCONTRÁ-LA, ALGUM DIA.
SE, NO HORIZONTE O SOL JÁ É POENTE,
AS LUZES DA NOITE, PASSARÃO A SER MEU GUIA.
 
ONDE SERÁ QUE ESTÁ O MEU AMOR?
PRECISO ENCONTRÁ-LA, DIZER A ELA, URGENTEMENTE.
QUE LONGE DELA, MINHA VIDA, NÃO TEM QUALQUER VALOR
E QUE A TRISTEZA E A SAUDADE, ESTÃO ME MATANDO, LENTAMENTE
 
A PRIMAVERA VEM E JUNTO ÀS FLORES,
RENASCEM ESPERANÇAS, COLORIDAS ILUSÕES.
RETORNO ENTÃO, NOVAMENTE, À ANTIGA ESTRADA.
COMIGO, ABRAÇADA, VAI, A PERSISTENTE SOLIDÃO.
2

edições