Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
}}
 
Em uma certa ilha das Índias Ocidentais havia uma casa e próximo a ela um bosque. Na casa morava um vivisseccionista e nas árvores do bosque um bando de macacos [[antropóides| comum aos dois géneros]]. Em um certo dia um dos macacos foi capturado pelo vivisseccionista e colocado numa gaiola do laboratório. Ali ele ficou aterrorizado e profundamente interessado por tudo o que ouvia, conseguindo, depois de pouco tempo de cativeiro, fugir de sua cela (que tinha o número 701), retornando à sua família somente com uma pequena ferida em um dos pés, considerou que havia saido ganhando com a experiência.
 
Assim que voltou ele se autointitulou doutor e começou a perturbar seus vizinhos com a pergunta: Porque os macacos não são progressistas?
Utilizador anónimo