Diferenças entre edições de "Terra de Jecas"

65 bytes adicionados ,  19h46min de 20 de janeiro de 2006
sem resumo de edição
Certa vez, amigos de Sandálio dos Santos tomaram conhecimento dos repetidos convites feitos por Nhô Jeca para que se estabelecesse na Encruzilhada. O deboche desse pessoal, em tomo de uma fogueira na roda do chimarrão, acabou irritando Sandálio, que ouviu dizer da Encruzilhada ser “uma terra de jecas”.
 
Naquele momento a decisão lhe veio de estalo: iria para a vilazinha dos jecas e ajudaria a transformar o sonho de [[http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Silv%C3%A9rio_de_Oliveira José Silvério de Oliveira] ] em realidade.
 
Logo ao chegar a Cascavel, Sandálio dos Santos foi assumindo todas as tarefas que requeriam maior capacidade intelectual e discernimento. Começou como professor, tornou-se escrivão, policial e até mesmo médico, tendo curado centenas de pessoas manipulando uma coleção intitulada O Conselheiro Médico do Lar, do dr. Humberto O. Swartout, que o médico improvisado qualificava de “excelente”.
 
[[Imagem:Santos,_Eudes_-_D_Pedro_7.9.73_Gpo_esc_de_Cascavell.jpg|esquerda|]]'''''EUDES, FILHO DE SANDÁLIO, REPRESENTA D. PEDRO EM PARADA DE 7 DE SETEMBRO'''''
 
 
 
153

edições