Diferenças entre edições de "A Catedral e o Bazar/III"

438 bytes adicionados ,  01h30min de 22 de abril de 2006
m
sem resumo de edição
m
{{navegar
|anterior=[[A Catedral e o Bazar/II|II: O Correio Deve Ser Entregue]]
|posterior=[[A Catedral e o Bazar/IV|IV: Libere Cedo, Libere Freqüentemente]]
|seção=A Importância De Ter Usuários
|obra=A Catedral e o Bazar
|autor=Eric S. Raymond
|notas=Cópia e redistribuição permitida sem royalty contanto que esta notificação esteja preservada.
Traduzido por Erik Kohler. <ekohler at programmer.net>
}}
 
E então eu herdei o popclient. Tão importante quanto, eu herdei os usuários do popclient. Usuários são ótimas coisas para se ter, e não somente porque eles demonstram que você está satisfazendo uma necessidade, que você fez algo certo. Cultivados de maneira adequada, eles podem se tornar co-desenvolvedores.
 
 
Realmente, minha mais bem sucedida codificação anterior ao fetchmail foi provavelmente o modo Emacs VC, uma colaboração do tipo do Linux por email com três outras pessoas, somente uma das quais (Richard Stallman, o autor do EMACS e fundador da FSF) eu conheci pessoalmente até hoje. Foi um front-end para SCCS, RCS e posteriormente CVS pelo Emacs que oferecia operações de controle de versão "um toque". Evoluiu de um pequeno e grosseiro modo sccs.el que alguém havia escrito. E o desenvolvimento do VC foi bem sucedido porque, ao contrário do próprio Emacs, o código do Emacs Lisp poderia ir por gerações de lançamento/teste/aperfeiçoamento muito rapidamente.
 
[[Categoria:Ensaios]]