Diferenças entre edições de "Refutação de todas as heresias/I/X"

119 bytes adicionados ,  12h37min de 10 de agosto de 2008
sem resumo de edição
|posterior=[[Refutação de todas as heresias/I/XI|I:XI]]}}
 
Mas Lêucipo<ref>370 a.C.</ref>, um companheiro de Zenão, não teve a mesma opinião, mas afirmou que as coisas são infinitas, e estão sempre em movimento, e que a produçãocriação e a capacidade de mudança existe continuamente. E ele afirmou que plenitude e vácuo são elementos. E ele assevera que os mundos são produzidos quando muitos corpos são congregadosfundidos e fluem junto do espaço vizinho aaté um ponto comumde equilíbrio, para que pelo contato mútuo eles formem substâncias da mesma figura e similar em forma (e) se conectem; e assim quando se entrelaçam<ref>Ou "de novo, quando mutuamente conectados, que diferentes entidades foram geradas" (ver. ''Vidas'', de Diógenes Laércio, IX:XXX-XXXII).</ref>, há transmutações em outros corpos, e que as coisas criadas aumentam e diminuem através de uma necessidade. Mas ele não definiu a natureza da necessidade, ele não definiu.
 
== Notas ==
 
[[Categoria:Refutação de todas as heresias]]
[[en:Ante-Nicene Fathers/Volume V/Hippolytus/The Refutation of All Heresies/Book I/Part 12]]
2 595

edições