Abrir menu principal


                           CENA III
O PENEIRA, O QUINTEIRÃO, O BOTAFOGO, O RÃS, e outros
(Todos estes patuscos largam os narizes do próximo, e as facas com que os iam decepar)

O PENEIRA
Hein!

O QUINTEIRÃO
Que é?

O RÃS
O teu nariz!

O BOTAFOGO (a Peneira)
A tua penca!

O QUINTEIRÃO
Ai que estou derreado. Uma cadeira,
que me sinto ir abaixo.

O RÃS
O que foi isto?
Vocês não me dirão?

O PENEIRA
Qu’é dele, o biltre?
Se o pilho às mãos, matei-o.

O QUINTEIRÃO
Onde irá ele!
Vi-o eu, com estes, abalar da venda
Montado numa pipa. Estou co’as pernas
que as não posso mexer.

(Voltando-se para a mesa)

Examinemos
sempre à cautela, se haverá na banca
inda algum escorralho.

O PENEIRA
A boas horas!
Tudo aquilo era um sonho, uma trapaça.

O RÃS
Lá que eu bebi, bebi.

O BOTAFOGO
Pois a das uvas!
Essa foi outra.

O QUINTEIRÃO
E riam de milagres!