O Livro de Esopo/O cordeiro que pasce e o lobo

O Livro de Esopo por Esopo
LV - O cordeiro que pasce e o lobo
Transcrição e Notas de Leite de Vasconcelos. Vid. também O Cordeiro e o Lobo, traduzida por Manuel Mendes da Vidigueira.


LV. [O cordeiro que pasce e o lobo]

       [Fl. 40A-r.][P]om emxemplo este poeta e diz que andamdo hũu cordeyro a paçer com outros cordeyros, a madre d’este cordeyro emcomendou sseu filho a hũa cabra. Pouco estando, veo o lobo e chamou este cordeyro dizemdo:

— Filho, uem aquó, que aqui está tua madre que te traz as mamas cheas de leyte; e leixa estar essa cabra fedemte.

E ho cordeyro rrespondeo:

— Eu nom quero hir a ty, nem fazer teu mamdado; mas quero estar com esta cabra, a quall me ama como faz madre a filha, e dá-me do sseu leyte quanto me compre. Eu amo mays estar com esta cabra, e viuer segura, que viuer a teu mandamento, que ssey que me queres matar e comer.

Ouvindo esto o lobo, partio-sse e foy-sse sseu camynho.




Per este emxemplo este poeta nos amostra e diz que a mayor rriqueza que no mund[o] pode see h[a][1] he viuer ho homem sseguro; e no mundo nom ha mayor proueza que o homem seer rrico e viuer ssempre em ssospeyçom e medo. Ajmda diz que nom ha no mundo mays nobre cousa que ho boo ameestramemto, ca ho homem que mall amaestrado he, sempre viue em rroindades.

NotasEditar

  1. Como está aqui um pedaço da folha roto, a photographia não deixa vêr por completo a palavra que falta; mas distingo restos de lettras que podem corresponder a sse h, pelo que transcrevo sem hesitação sse ha (= «se tem»).