Página:Americanas.pdf/121


Co′a melhor das capellas que hão pousado
Em fronte de varão, — um doce e longo
Olhar que inteiro encerra a alma que chora
De gosto e vida! Voa o moço á estancia
Do ancião; e ao pôr na suspirada porta
Olhos que traz famintos de encontral-a,
Frio terror lhe empece os membros. Frouxo
Ia o sol transmontando; lenta a vaga
Melancholicamente ali gemia,
E todo o ar parecia arfar de morte.
Qual se pallida a vira, ja cerrados
           Os desmaiados olhos,
           Frios os doces labios
Cançados de pedir aos ceus por elle,
Nuno estacara; e pelo rosto em fio
O suor lhe cahiu da extrema angústia;
           Longo tempo vacilla;
Vence-se emfim, e entra a mansão da espôsa.