Página:Americanas.pdf/156


Curtiu naquellas regiões; e o Ganges,
Se o viu chorar, não viu pousar calada,
Como a harpa dos exules prophetas,
A heroica tuba. Elie a embocou, vencendo
Co′ a lembrança do ninho seu paterno,
Longas saudades e miserias tantas.
Que monta o padecer? Um so momento
As maguas lhe pagou da vida; a patria
Reviu, apoz a suspirar por ella;
          E a velha terra sua
O despojo mortal cobriu piedosa
E de sobejo o compensou de ingratos.



Mas tu, cantor da America, roubado
Tão cedo ao nosso orgulho, não te coube
Na terra em que primeiro houveste o lume
Do nosso sol, achar o último leito!
Não te coube dormir no chão amado,
Onde a luz frouxa da serena lua,
Por noite silenciosa, entre a folhagem
Coasse os raios humidos e frios,
Com que ella chora os mortos... derradeiras