Página:Americanas.pdf/164



Rude era o chão; agreste e longo aquelle dia;
          Com tudo, esses heroes
Souberam resistir na afanosa porfia
          Aos temporaes e aos soes.

Poucos; mas a vontade os poucos multiplica,
          E a fé, e as orações
Fizeram transformar a terra pobre em rica
          E os centos em milhões

Nem somente o labor, mas o perigo, a fome,
          O frio, a descalcez,
O morrer cada dia uma morte sem nome,
          O morrel-a, talvez,

Entre barbaras mãos, como se fora crime,
          Como se fora reu
Quem lhe ensinara aquella acção pura e sublime
          De as levantar ao ceu!

Ó Paulos do sertão! Que dia e que batalha!
          Vencestel-a; e podeis
Entre as dobras dormir da secular mortalha;
          Vivireis, vivireis!