Página:Americanas.pdf/178


Alva tivesse; e raios de ouro fossem
Os cabellos da côr da noite escura,
Que ali soltos e humidos lhe caem,
Como um veu sôbre o collo. Trigueirinha,
Cabello negro, os largos olhos brandos
Cor de jabuticaba, quem seria,
Quem, senão a mucama da fazenda,
Sabina, emfim? Logo a conhece Octavio,
E n′ella os olhos espantados fita
Que desejos accendem. — Mal cuidando
D′aquelle extranho curioso, a virgem
Com os ligeiros braços rompe as aguas,
E ora toda se esconde, ora ergue o busto,
Talhado péla mão da natureza
Sôbre modelo classico. Na opposta
Riba suspira um passarinho; e o canto,
E a meia luz, e o sussurrar das aguas,
E aquella fada ali, tão doce vida
Davam ao quadro, que o ardente alumno
Trocara por aquillo, uma hora ao menos,
A Faculdade, o pergaminho e o resto.



Subito erige o corpo a ingênua virgem;
Com as mãos, os cabellos sôbre a espadua