Página:Broqueis.pdf/12



Indeffiniveis musicas supremas,
10Harmonias da Cor e do Perfume...
Horas do Occaso, tremulas, extrêmas,
Requiem do Sol que a Dôr da Luz resume...

Visões, psalmos e canticos serenos,
Surdinas de orgãos flébeis, soluçantes...
15Dormencias de volupicos venenos
Sutis e suaves, mórbidos, radiantes...

Infinitos espiritos dispérsos,
Ineffaveis, edênicos, aéreos,
Fecundai o Mysterio destes versos
20Com a chama ideal de todos os mysterios.

Do Sonho as mais azues diaphaneidades
Que fúljam, que na Estrofe se levantem
E as emoções, todas as castidades
Da alma do Verso, pelos versos cantem.

25Que o póllen de ouro dos mais finos astros
Fecunde e inflamme a rima clara e ardente...
Que brilhe a correção dos alabastros
Sonóramente, luminosamente.