Abrir menu principal


TORRE DE OURO


Desta torre desfraldam-se altaneiras,
Por sóes de céus immensos broqueladas,
Bandeiras reaes, do azul das madrugadas
E do iris flammejante das poncheiras.

As torres de outras regiões primeiras
No Amor, nas Glorias vans arrebatadas,
Não elévam mais alto, desfraldadas,
Bravas, triumphantes, immortaes bandeiras.