Página:Broqueis.pdf/80



O ventre, em pinchos, empinava todo
Como reptil abjecto sobre o lôdo,
Espolinhando e retorcido em furia.

Éra a dança macabra e multifórme
De um verme estranho, colossal, enorme,
Do demonio sangrento da luxuria !