Página:Broqueis.pdf/87


FLOR DO MAR


És da origem do mar, vens do secréto
Do estranho mar espumaroso e frio
Que põe rêde de sonhos ao navio
E o deixa balouçar, na vaga, inquieto.

Possúes do mar o deslumbrante affecto,
As dormecias nervosas e o sombrio
E tôrvo aspecto atterrador, bravio
Das ondas no atro e procelloso aspecto.