Abrir menu principal

Página:Escudo admiravel para os males da vida.pdf/24


compaixaõ de quem padece; mas he difficultosissimo, que vos naõ enterneçaõ as afflicçoens alheias, quando estas mesmas vos fazem lembrar as proprias. Ora os trabalhos da vossa peregrinaçaõ, em que vaõ envolvidas as saudades da Patria, os perigos da jornada, os inimigos, que por toda a parte vos rodéaõ, e mil incómmodos, que a cada passo vos occorrem, saõ huma imagem, ainda que imperfeita, das cruelissimas penas, que martyruzáraõ os coraçoens dos vossos Santos Desterrados. Por tanto naõ vos podeis isentar de sentirdes estas penas, sem que incorrais na nota de barbaros, e deshumanos: considerai, que se vos compadecerdes dos trabalhos, que estes Santos padecêraõ na sua Peregrinacaõ; tambem elles se haõ de compadecer dos trabalhos, que vós padeceis na vossa. Vós naõ podeis negar sem injustiça, que assim como naõ houve, nem há de haver Santos mais Santos, que JESUS, MARIA, JOZE'; tambem naõ houve, nem há de haver,