Abrir menu principal

Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/217

209
ESPUMAS FLUCTUANTES


É TARDE!


OII].′fme, 6 Tlrtretn,. tronto,
OlhM-m(>, os olhos sem lut,
A palltdezdo!nfortúnio
Por mlnbas faces transluz;
Olha, 6 virgem — nio te lllmlaá
Eu lò tedho a lyrae aorni,

jDNqrsiRA FREIRE.

É Urde. É multo tarde!
MomTAltkrxs.

É tarde! É muito tarde! O templo é negro.
O fogo santo já no altar nào arde.
Vestail não venhas tropeçar nas pyras...
É tarde! É muito tarde!

Treda noite! E minh′almaera o sacrário,
A lâmpada do amor velava em tanto.
Virgem flor enfeitava a borda virgem
Do vaso sacrosantc;