Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/327

319
ESPUMAS FLUCTUANTES

A GRANDE SOMBRA


Hcar nie liut speach wora
(Shakspeare.)

Boia — sobre as « espumas fluctuantes»
Do oceano do tempo — acalentado;
E foge assim pela maré levado,
Ao hymno das estrellas scintillantes;

Echo apenas dos cânticos gigantes,
Que em chammas ideaes tinha moldado,
Das mãos caiu-lhe a lyra d′ouro em antes
De ter os mundos, que sonhou, formado.

(Jue epopéas passaram -lhe na fronte,
Como vulcões a arder n′um vasto monte!
Ergueu-se na attitude de um colosso...

No oceano do tempo hoje enifim dorme;
E a sombra, que deixou, a sombra enorme
Viu-se que era de um sol, morrendo mo«;o.

Luu Dkluno.