Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/100

96

FANTINA

Aquella voz vibrou n'alma de Frederico como um fio de magnesie, e de um salto abriu a porta. Elle teve vontade de tranca-la, amordaçal-a com os lençóes se ella quizesse gritar, mas o medo deteve-o. O leão faminto escondido no juncal deixou passar a presa imbelle e ficou chumbado ao chão.Nervoso, passeava pelo quarto os seus ódios contra os dias que faltavam. Fructos amadorecidos pendiam dos ramos ; mas se elle fosse apanhar um, suspendiam-se todos. Praguejava contra o tic-tac monotono do relogio que parecia dar noras de seculo em seculo. Desejava o conjugo-vos como a matéria cahotica o biblico fiat luz.

Depois do jantar Frederico acompanhado do pagem Fortunato seguiu caminho da cidade cavalgando o palafrem de D. Luzia.