Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/39

FANTINA

35

—E' verdade. Tenho passado bem ; e poucos amoladores.

A ultima palavra muito accentuada fez o Zé de Deos corar, e para disfarce, principiou a fazer novo cigarro.

D. Luzia internamente apreciava a conversação do compadre com o eleito; e ria-se quando aquelle era humilhado por este. Reatavam o fio da prosa quando chamaram para o jantar.

Entraram.

As vidraças da sala estavam suspensas, e umas paineiras visinhas mettiam familiarmente para o lado de dentro os seus grandes e frondosos ramos. Os passaros com a sombra e frescura da sala gorgeavam scintillantemente; e á porfia chirleavam dois sabiás e um negro e luzidio gorricho. Frederico sentia-se alegre, jovial; contava casos, ria. Uma outra passarada parecia estar cantando no seu peito feliz.