Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/74

70

FANTINA

— Pois é assim, e passava a mão pelo rosario de ouro que enrolava o pescoço della, é assim... quando o Zé de Deus sahiu d'aqui foi damnado, porque pedindo D. Luzia em casamento, ella riu-se muito e não deu resposta.

— Deveras ? disse Fantina abrindo muito os dous grandes olhos, que brilharam como jaboticatubas maduras.

— Está o diabo — dizia Daniel —, porque nós vamos ficando de peor partido. Abra os olhos com elle... que senão...

Fantina tinha o olhar baixo e chorava. Um gato dando com uma chicara no chão, lá na sala de jantar, os fez separarem-se.