Página:Leal consselheiro.djvu/72


0 LRAL CONSSELnZlR, O, 61 (?uem teme amorte perde quanto uyue Eem outre Io. ?e?Quem teme amorte perde o prazer da uyda. Edo nora ouuera consselho, remedio, nero esfor?o me ua!iera segundo entendo, per que corn fisicos, con- fessores, eamygos fallaua, e nora prestaua cousa Ca dos remedies, das curas nora sentia uantajem. E c?- fortea rocebia tam poucos como aquel que per enfer- midade mortal, dos flsacos desperado, recebo daa pal- lauras, que ihe dizem, ou que per justi?a he julgado que 1o?o moira, ca nora menus aquel temor, segundo entendm, e?a pera myra aempre iembrado, e sentide, roes agra? de nosso senher deos, e de nossa senhera santa maria, me outorgou conhecimento que era jnflr- mjdado, e tenta?o m do jnmijgo, todo cuydado errado, que me uijnha. Edetermyney nora sayr em cousa fora da pratica de meu uyuer, que eu auya .1?or boa. E as-- sy sabia mercees ao senher, que p?.r dignos doutod- dade era aprouada. Esso morte, uida, saude, ou en- fermidade me uehesse, na quella qui8 que me achas? ?Em osta teen?om fuy assy forte, que os consselhoa dalgufis ilsices que me diziam que beuesse uynho pou- co auguado, dormisse corn reelher, e leixasse gramlea cuidado?, tories desprezei, auendo reda mjnha sperli?a em no senher, e sua muy santa madre Eesto per par- teda razere, e da fi*e so!lamente, ca essentide, e seio decoracom rode era derribado areal lazer. Em ta grande duenna durey orerope suso scripto callando.. me corn ella, que apoucos e peaseas Certas douto- ridade fallauaP? r reda mjnha maneira de de fora em ujuer. fazia pequena mudanna, nero mostramento do- sentia. Eestando em tai eatado, amuy uirtuosa ?Ua?nha, mynha senhera e madre que deos aja de pes- tellencia se finou, do que eu illhey assy grande senti- mento que perdi rode receo, aefla em sa jnfirmydade sempre me cheguey, E asseruy sero algt,?l empache, como se tal door n(? sentisse Eaquesto foy comeqo do mjnha cura. per que.sentindo ella, leixei dess?tir amym