Abrir menu principal

Página:Phalenas.pdf/111

LUZ ENTRE SOMBRAS



É noite medonha e escura,
Muda como o passament
Uma só no firmamento
Tremula estrella fulgura,

Falia aos échos da espessura
A chorosa harpa do vento,