A pena do meu martírio

A pena do meu martírio
Mais cruel não pode ser;
Ter olhos para chorar!
E não tê-los p'ra te ver!