Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Araruama (1º Barão e 1º Visconde com grandeza de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Araruama (1º Barão e 1º Visconde com grandeza de)


ARARUAMA. (1º Barão e 1º Visconde com grandeza de) José Carneiro da Silva.

Nasceu em Quissamã, na Provincia do Rio de Janeiro, em 21 de Maio de 1788 e ahi falleceu em 3 de Maio de 1864.

Filho do Capitão Manuel Carneiro da Silva e de sua mulher D. Anna Francisca Velasco.

Casou com D. Francisca Antonia de Castro Carneiro, filha do Capitão-Mór Barão de Santa Rita.

Eram paes do 2º Visconde de Araruama. do Visconde de Ururahy e dos Barões de Monte Cedro e de Quissamã.

Negociante e agricultor abastado na Provincia do Rio de Janeiro, foi Deputado Provincial á Assembléa d′essa Provincia em 1884 e n′essa occasião pugnou pela construcção do grande canal que hoje liga a cidade de Campos á Macahé.

Membro correspondente do Instituto Historico de Paris e fundador do Instituto Fluminense de Agricultura, era socio da Sociedade Auxiliadora da Industria Nacional, Fidalgo Cavalleiro da Casa Imperial, Grande do Imperio e Commendador da Imperial Ordem da Rosa.

Sem ter frequentado Academias, era bom litterato, philosopho e cultivador das musas, tendo deixado varios trabalhos publicados.

BRAZÃO DE ARMAS: Escudo esquartelado; no primeiro quartel, em campo de góles, um castello com sua muralha e torre, e firmados em chefe, quatro escudetes: ao primeiro, em campo azul, uma flôr de liz de prata e bordadura de oiro; ao segundo e quarto, de azul. cinco besantes de prata postos em santor e ao terceiro em campo de azul. uma aspa de góles; no segundo quartel, as armas dos Carneiros, em campo vermelho uma banda de azul coticada de oiro e carregada de tres flôres de liz do mesmo metal, entre dous carneiros de prata passantes, armados de oiro; no terceiro quartel, as armas dos Silvas, — em campo de prata um leão de góles, rompente, armado de azul -; e no quarto as armas dos Fonsecas, — em campo de oiro cinco estrellas de vermelho, com cinco raios, póstas em aspa. — Timbbe: um dos carneiros das armas.

CORÔA: A de Conde.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Barão por decreto de 5 de Maio de 1844. Visconde com grandeza por decreto de 15 de Abril de 1847.