Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Gavea (Barão, Visconde com grandeza e Marquez da)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Gavea (Barão, Visconde com grandeza e Marquez da)


GAVEA. (Barão, Visconde com grandeza e Marquez da) Manuel Antonio da Fonseca Costa. Nasceu no Rio de Janeiro a 24 de Abril de 1803.

Falleceu nessa cidade em 13 de Junho de 1890.

Filho do Tenente-Coronel Manuel Antonio da Fonseca Costa e de sua mulher

D. Maria Balbina da Costa Barros.

Casou com Maria Amalia de Mendonça Côrte Real. Eram Paes do Visconde

da Penha.

Sentou praça em 17 de Março de 1808. Em 1824 foi sob as ordens do Coronel Lima e Silva na Expedição de Pernambuco, como Ajudante de Esquadrão. Foi Ajudante de Ordens do Governador das Armas da Provincia de São Paulo, e da Côrte, em 1829.

Commandante das armas da Bahia em 1855, e Brigadeiro nesse anno. Foi Commandante Superior da Guardia Nacional da Côrte e Vogal do Conselho Supremo Militar. Marechal de Campo, em 1866, Tenente-General em 1871 e Marechal do Exercito em 1880. Offereceu durante um anno em 1863, 10% de seu soldo, em beneficio da defesa da Patria. Foi Ajudante General do Exercito.

Era Grando do Imperio, Conselheiro de Guerra, Gentil-Homem da Imperial Camara, Fidalgo Cavalleiro da Casa Imperial, Grã-Cruz da Imperial Ordem de São Bento de Aviz, e da Imperial Ordem da Rosa, Commendador da Imperial Ordem de Christo, e da de N. S. da Conceição de Villa Viçosa, de Portugal. Tinha a medalha da Divisão Cooperadora da Boa Ordem.

BRAZÃO DE ARMAS: Escudo partido em pala, na primeira as armas dos Fonsecas, — de oiro com cinco estrellas sanguinhas de cinco raios, póstas em santor, na segunda, as armas dos Costas, — de vermelho, seis costas de prata firmadas nos flancos e póstas em duas palas. Timbre: duas costas em aspa atadas com um torçal vermelho. Paquife das côres e metaes do escudo.

CORÔA: A de Marquez.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Barão por decreto de 17 de Maio de 1871. Visconde com grandeza por decreto de 19 de Julho de 1879. Marquez por decreto de 16 de Maio de 1888.