Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Jadario (Barão do)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Jadario (Barão do)


JADARIO. (Barão do) José da Costa Azevedo. Nasceu no Rio de Janeiro, em 20 de Janeiro de 1825.

Falleceu nessa cidade, em 24 de Setembro de 1904.

Filho do Coronel de Engenheiros em Mathematicas, José da Costa Azevedo,

irmão do Religioso Franciscano, Frei José da Costa Azevedo e de sua

mulher D. Maria Amalia de Azevedo.

Casou com D. Balbina Pinto, natural do Rio Grande do Sul. filha de Francisco

da Costa Pinto, e de sua mulher D. Anna de Mello, natural do Rio Grande

do Sul.

Foi Nomeado Guarda marinha, em 1839, aos 14 annos de idade, indo servir na Marinha Norte Americana, onde aperfeiçoou seus conhecimentos. Galgou todos os póstos até o de Chefe de Esquadra em 1882, e reformou-se no de Almirante graduado.

Exerceu varias commissões importantes, como a de limites com o Perú, a de estudos e observações astronomicas para a determinação de limites com a Guyanna Francesa, a do Japão e China para desenvolver as relações Commerciaes entre estes paizes e o Brazil, etc.

Serviu na Esquadra em operações no Paraguay, sendo promovido por distinção e bravura ao posto de Capitão de Mar e Guerra, em 1869, Senador pelo Amazonas, na Republica.

Foi Ministro da Marinha no 36º Gabinete de 7 de Junho de 1889.

Era do Conselho de S. Magestade, Commendador da Ordem de N. S. da Conceição de Villa Viçosa, de Portugal, da Corôa de Ferro, da Austria, e condecorado com a medalha da Campanha do Paraguay, com passador de oiro.

Socio do Instituto Historico e Geographico Brasileiro, deixou alguns trabalhos importantes sobre hydrographia. astronomia, etc.

CREAÇÃO DO TITULO: Barão por decreto de 12 de Agosto de 1885.