Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Laguna (1º Barão e Visconde com grandeza de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Laguna (1º Barão e Visconde com grandeza de)


LAGUNA. (1º Barão e Visconde com grandeza de) Carlos Frederico Lecor.

Nasceu em Faro, Portugal, em 11 de Setembro de 1767.

Falleceu no Rio de Janeiro, em 2 de Agosto de 1836.

Filho de Luiz Pedro Lecor e de sua mulher D. Quiteria Maria Krusse.

Casou em Montevidéo, com D. Rosa Maria Josepha Herrera de Basavilbaso.

Sentou praça de cadete no Algarve, em Portugal, e foi Governador de Elvas.

Era 1º Tenente de Artilharia de Faro, quando embarcou para a Bahia. Promovido a Capitão-ajudante de ordens do Marquez de Alorna, emigrou para a Inglaterra, após a occupação dos Francezes, em Portugal, e só voltou ahi, para, commandando a 6ª Brigada tomar parte nas batalhas da Victoria, dos Pyreneus e Zugaramundi.

Commandou a 1ª Divisão dos Alliados, na batalha de Neville e Nive.

Sendo Marechal de campo, commandou o exercito portuguez na retirada de França para Portugal. Conduziu ao Brasil a brilhante Divisão dos Voluntarios de El-Rei, com a qual passou ao Rio da Prata, em 1817, onde conquistou a cidade de Montevidéo e a Banda Oriental, que governou até 1828, quando voltou ao Rio de Janeiro.

Abraçou a causa da Independencia do Brasil, sendo elevado ao posto de Marechal do Imperio, membro do Supremo Tribunal Militar e Governador General de Montevidéo.

Era do Conselho d′EI-Rei D. João VI (carta de 1819), Grã-Cruz da Ordem de São Thiago da Torre e Espada, Commendador da I. Ordem de S. Bento de Aviz. Teve as medalhas Militares da Guerra Peninsular, e a Estrella de Oiro do Rio da Prata. Era Barão em Portugal.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Barão com grandeza por decreto de a de Janeiro de 1823. Visconde com grandeza por decreto de 4 de Abril de 1825. Barão em Portugal, por carta de 6 de Outubro de 1818.