Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Lisbôa (José Marques)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Lisbôa (José Marques)


LISBÔA. (José Marques).

Filho de Francisco Marques Lisboa, Cavalleiro da Ordem de Christo, Patrão-Mór do Rio Grande do Sul, e Coronel de Milicias, e de D. Euphrazia Joaquina de Azevedo Lima e Alarcão.

Neto paterno de Luiz Marques Lisboa de Oliveira, Capitão-Mór da Villa de Famalicão, e de Theresa Maria de Jesus Bueno da Ribeira.

Neto materno de Domingos de Lima Veiga, Escrivão da Provedoria da cidade de Porto-Alegre, e Guarda-Mór das terras mineraes d′aquella Provincia, e de D. Gertrudes Paes Leme de Araujo Gusmão. Do Conselho de S. M. o Imperador, Grande Dignitario da Ordem da Rosa, Commendador da Ordem de Christo, e da de Leopoldo da Belgica, Enviado Extraordinario e Ministro Plenipotenciario junto a S. M. Britanica.

BRAZÃO DE ARMAS: Escudo esquartelado: no primeiro quartel as armas dos Limas, que são o escudo partido em tres palas: a primeiro de Aragão, e as duas outras esquarteladas de prata, ao primeiro um leão de purpura armado de azul, ao segundo tres faxas enxequetadas de ouro e vermelho de tres peças em pala, e assim os contrarios. No segundo quartel as armas dos Azevedos, que são um escudo esquartelado, no primeiro e quarto de oiro, uma aguia preta estendida; no segundo e terceiro, de azul, cinco estrellas de prata póstas em aspa. com bordadura vermelha carregada de aspas de oiro. No terceiro quartel, as armas dos Oliveiras, — em campo vermelho uma oliveira verde com azeitonas de oiro e raizes de praia. No quarto quartel as armas dos Souto-Maior, — em campo de prata tres faxas enxequetadas de oiro c vermelho de tres pecas em pala. com uma cinta de preto cada uma. Timbre: o dos Limas, que é o leão das armas. (Brazão passado em 15 de Janeiro de 1847. Reg. no Cartorio da Nobreza, Liv. VI, fls. 6).