Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Loreto (Barão com grandeza do)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Loreto (Barão com grandeza do)


LORETO. (Barão com grandeza do) Franklin Americo de Menezes Doria.

Nasceu na Fazenda do Loreto na Ilha dos Frades, na Bahia, em 12 de Julho de 1836.

Falleceu no Rio de Janeiro, em 28 de Outubro de 1906.

Filho de José Ignacio de Menezes Doria, e de sua mulher D. Agueda Clementina de Menezes Doria.

Casou com D. Amanda Paranaguá Doria, Dama ao Serviço Effectivo de S. M. a Imperatriz, filha do Conselheiro de Estado João Lustosa da Cunha Paranaguá, 2º Marquez de Paranaguá.

Era Bacharel em direito pela Faculdade do Recife, em 1856, e foi Juiz de Direito e Chefe de Policia na Bahia. Presidiu as Provincias do Maranhão, em 1867, Piauhy, em 1864, e Pernambuco, em 1880. Deputado á Assembléa Geral pelo Piauhy nas 16ª, 17ª, 18ª, 19ª legislaturas de 1878 a 1885.

Foi chamado tres vezes aos Conselhos da Corôa, como Ministro da Guerra e dos Extrangeiros no 28º Gabinete de 1880, e do Imperio no 36º Gabinete (Ouro Preto), de 1889.

Distincto cultor da poesia e litterato de merecimento, deixou varias obras poeticas, era do Conselho de S. Magestade. Veador da Casa Imperial, foi professor do Collegio D. Pedro II, membro do Instituto dos Advogados Brasileiros, da Associação Protectora da Infancia Desamparada, etc. Era Commendador da Imperial Ordem da Rosa e Grã-Cruz da Ordem da Aguia Vermelha da Prussia.

CREAÇÃO DO TITULO: Barão por decreto de 15 de Junho de 1888.