Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Maranhão (Marquez do)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Maranhão (Marquez do)


MARANHÃO. (Marquez do) Lord Thomas John Cochrane.

Nasceu na Inglaterra, em 14 de Desembro de 1775.

Falleceu em Londres em 31 de Outubro de 1860.

Filho de Archibald Cochrane, 9º Conde de Dundonald, que nasceu a 1 de Janeiro de 1748 e falleceu em 1 de Julho de 1831, e de sua primeira mulher D. Anna, filha de James Gilchrist, Capitão da Marinha Ingleza, fallecido em 13 de Novembro de 1784.

Casou em 8 de Agosto de 1812 com D. Catherina Francisca Corbetts, fallecida em 25 de Janeiro de 1865, e filha de Thomas Barnes. Era o 10º Conde de Dundonald, na Inglaterra, e Barão de Cochrane.

Vice-Almirante da Marinha Ingleza, distingui-se por valorosas façanhas na Armada Ingleza e nas guerras da Independencia do Brasil, Chile, Perú e Grecia, como Commandante em chefe das marinhas desses paizes.

Prestou relevantes serviços ao Brasil, servindo á causa de sua Independencia assumindo o commando da Esquadra Brasileira, na expulsão das tropas portuguezas da Bahia, em 2 de Julho de 1823. Partindo para a Inglaterra em 1825, não voltou mais ao Brasil, que apesar de pagar seus serviços generosamente, soffreu d′elle exigencias descabidas.

Era Grã-Cruz da Imperial Ordem do Cruzeiro, e da Real Ordem do Banho, de Inglaterra, Cavalleiro da Real Ordem de S. Salvador, da Grecia, e do Merito, do Chile.

BRAZÃO DE ARMAS: Em campo de prata, uma asna de góles entre tres cabeças de javardos de sable. Timbre: um cavallo de prata andante; supportes dous galgos. Divisa: Virtute et Labore.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Marquez por decreto de 12 de Outubro de 1823. Barão de Cochrane, na Inglaterra em 27 de Desembro de 1647. Duque de Dundonald, e Lord em 12 de Maio de 1869.