Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/São João do Rio Claro (Barão de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
São João do Rio Claro (Barão de)


SÃO JOÃO DO RIO CLARO. (Barão de) Amador Rodrigues de Lacerda Jordão.

Natural da Provincia de S. Paulo.

Falleceu no Rio de Janeiro em 31 de Agosto de 1873.

Filho do Brigadeiro Manuel Rodrigues Jordão, fallecido em 1827, e de sua mulher D. Gertrudes Galvão de Moura Lacerda, filha do Brigadeiro José Pedro de Moura Lacerda, e de sua mulher D. Gertrudes Theresa de Oliveira Montes; neta do Alferes Manuel Rodrigues Jordão e de sua mulher D. Anna Euphrasia da Cunha.

Casou com D. Maria Hyppolita dos Santos, filha do Barão de Itapetininga, Joaquim José dos Santos Silva e de sua primeira mulher D. Anna Euphrosina Mendes. A Baroneza de S. João do Rio Claro enviuvando foi a segunda mulher do Marquez de Tres Rios.

Deputado Provincial em varias legislaturas, foi tambem Deputado Geral pela Provincia de S. Paulo, na 12ª legislatura de 1864 a 1866 e na 15ª de 1872 a 1875.

BRAZÃO DE ARMAS: Escudo esquartelado: no primeiro quartel, as armas dos Rodrigues, — em campo de oiro, cinco flôres de liz de vermelho, chefe vermelho com uma cruz de oiro florida e vasia de campo; no segundo, as dos Mendonças, — um escudo franxado, nos campos alto e baixo, em verde uma banda de vermelho coticada de ouro, nas ilhargas em campo de oiro, um S de negro; no terceiro, as dos Cunhas, em campo de oiro, nove cunhas de azul em tres palas; no quarto ′quartel, as dos Limas, em campo de oiro, quatro palas de vermelho. Paquife: dos metaes e côres das armas. Timbre: o dos Rodrigues, um leão de oiro nascente com uma das lizes na espadua. (Brazão passado ao Brigadeiro Manuel Rodrigues Jordão, em 14 de Maio de 1807. Reg. no Cartorio da Nobreza, Liv. VII, fls. 173).

CORÔA: A de Barão.

CREAÇÃO DO TITULO: Barão por decreto de 26 de Novembro de 1858.