Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/São Vicente (Visconde com grandeza e Marquez de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
São Vicente (Visconde com grandeza e Marquez de)


SÃO VICENTE. (Visconde com grandeza e Marquez de) D.r José Antonio Pimenta Bueno.

Nasceu em 4 de Desembro de 1803, na cidade de Santos, S. Paulo.

Falleceu em 20 de Fevereiro de 1878.

Filho de Antonio Pimenta de Campos e de sua mulher D. Balbina Henriqueta de Faria e Albuquerque.

Casou em 1834, em Santos, com D. Balbina Henriqueta, natural de Pernambuco, filha de Manuel José de Faria e de sua mulher D. Marianna de Faria Albuquerque.

Bacharel em sciencias juridicas e sociaes, pela Academia de S. Paulo, em 1842, foi logo nomeado Juiz de Fóra em Santos e Juiz da Alfandega. Em 1843 passou á Juiz de Direito e chefe politico da Comarca de S. Paulo, removido depois como Juiz de Direito para o Paraná. Foi Desembargador da Relação no Maranhão, em 1844, e da Côrte em 1847, aposentando-se com honras de Ministro de Supremo Tribunal de Justiça.

Voltando á S. Paulo, em 1843, tomou o gráo de Doutor em Leis. Foi Presidente das Provincias de Matto-Grosso, em 1836, do Rio Grande do Sul, em 1850. Foi Deputado Geral por sua Provincia na 6ª legislatura de 1845, e Senador nomeado em 1853. Ministro dos Estrangeiros e interino da Justiça no 7º Gabinete de 1847, no 8º de 1848, Presidente do Conselho no 24.«Gabinete de 1870. Conselheiro de Estado em 1859, e Consultor Juridico da Secretaria de Estado dos Negocios Estrangeiros, membro da Commissão de estudos administrativos e economicos; foi varias vezes nomeado ministro plenipotenciario e encarregado de negocios e Consul Geral no Paraguay em 1846. Era Dignitario da I. Ordem da Rosa e Socio do Instituto Historico e Geographico Brasileiro desde 1838.

CREAÇÃO DOS TITULOS: Visconde com grandeza por decreto de 14 de Março de 1867. Marquez por decreto de 15 de Outubro de 1872.