Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Santo Angelo (Barão de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Santo Angelo (Barão de)


SANTO ANGELO. (Barão de) Manuel de Araujo Porto Alegre.

Nasceu na cidade de Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, em 29 de Novembro de 1806.

Falleceu em Lisboa em 29 de Desembro de 1879.

Filho de Francisco José de Araujo, e de sua mulher D. Francisca Antonia Vianna.

Casou com D. Anna Paulina de Lamare.

Foi professor de pintura historica da Casa Imperial, e da Imperial Academia de Bellas Artes do Rio de Janeiro. Era professor de desenho da Escola Militar, Director da Imperial Academia de Bellas Artes, Consul na Saxonia e Prussia (1859), e Consul Geral em Lisboa, quando falleceu.

Poeta e artista, soube manejar com igual maestria o pincel e a penna elegante, legando ao paiz copiosa obra litteraria e artistica.

Era Grande Dignitario da I. Ordem da Rosa, Commendador da I. Ordem de Christo, da Ordem de Izabel a Catholica, de Hespanha, da Corôa de Ferro de 2ª classe da Austria, e da Ordem de Carlos III, de Hespanha; socio honorario do Instituto Historico e Geographico Brasileiro, desde 1838, membro do Instituto Historico de França, da Sociedade de Bellas Artes e de Bellas Lettras da Polytechnica de Paris, da Academia Real de Sciencias de Lisboa, da Arcadia de Roma, do Instituto Nacional de Washington, e de muitas outras sociedades artisticas, scientificas e litterarias.

BRAZÃO DE ARMAS: Em campo de prata uma aspa azul carregada de cinco besantes de oiro, que são as armas dos Araujos.

CORÔA: A de Barão.

CREAÇÃO DO TITULO: Barão por decreto de 21 de Maio de 1874.