Abrir menu principal

Archivo nobiliarchico brasileiro/Sepetiba (Visconde com grandeza de)

Archivo nobiliarchico brasileiro
José Smith de Vasconcelos e Rodolfo Smith de Vasconcelos
Sepetiba (Visconde com grandeza de)


SEPETIBA. (Visconde com grandeza de) Aureliano de Souza e Oliveira Coutinho.

Nasceu no Rio de Janeiro, na Praia Grande, em 21 de Julho de 1800.

Falleceu em Nictheroy, a 25 de Setembro de 1855.

Filho do Coronel de Engenheiros Aureliano de Souza e Oliveira Coutinho.

Casou com D. Narcisa Emilia de Andrada Vandelli, Dama-Honoraria de S. M. a Imperatriz, filha de Alexandre Antonio Vandelli e de sua mulher D. Carlota de Andrada, filha de José Bonifacio de Andrada e Silva.

Fez os seus primeiros estudos no Seminario de S. José, no Rio de Janeiro, e em 1820, querendo D. João VI mais positivamente premiar os serviços de seu pae, mandou-o para Coimbra, onde formou-se em Sciencias juridicas e sociaes, cinco annos depois. Foi Juiz de Fóra e Ouvidor de Ouro Preto, Intendente Geral da Policia e Desembargador da Relação da Côrte.

Presidente das Provincias: de S. Paulo, em 1831, e do Rio de Janeiro, em 1844. Senador por Alagôas, em 1842. Deputado na 2ª legislatura de 1830, por Minas Geraes, na 4ª de 1838 e na de 1842 pela Provincia do Rio de Janeiro. Foi o fundador da colonia allemã da Serra da Estrella, hoje cidade de Petropolis.

Foi Ministro do Imperio, da Justiça e dos Estrangeiros, no 3º Gabinete de 1832, dos Estrangeiros no 1º Gabinete de 24 de Julho de 1840 e no 2º de 23 de Março de 1841, dirigindo os actos diplomaticos relativos ao casamento de S. M. o Imperador D. Pedro II.

Do Conselho de S. Magestade; Fidalgo Cavalleiro da Caza Imperial; Gentil-Homem da Imperial Camara; Grande do Imperio; Cavalleiro das Imperiaes ordens de Christo e da Rosa; Dignitario do Cruzeiro; Grã-Cruz de Leopoldo da Belgica; de N. S. da Conceição da Villa Viçosa, de Portugal; de S. Fernando, das Duas Sicilias, de Carlos III, da Hespanha, e Cavalleiro de S. João de Jerusalem, Ordem de Malta.

Vice-Presidente e um dos socios fundadores do Instituto Historico e Geographico Brasileiro, era Presidente dos Cavalleiros do Ipyranga, e membro de muitas sociedades litterarias nacionaes e estrangeiras.

CREAÇÃO DO TITULO: Visconde com grandeza por decreto de 14 de Março de 1855.