Atirei um anzol n'água

Atirei um anzol n'água
De vereda foi ao fundo:
Não respeito cantador
Nem que venha doutro mundo!