Bíblia Aberta/Lucas/II

Lucas - Capítulo II
por Vários


Esta página também faz parte do Projeto Bíblia Aberta.

O Nascimento de JesusEditar

1 E aconteceu que naqueles dias saiu um decreto de César Augusto para todo mundo se registrar[1]. 2 Este foi o primeiro registro[2], que aconteceu quando Quirino era governador da Síria.[3]3 Todos foram se registrar, cada um em sua própria cidade. 4 E José também subiu da Galileia, da cidade de Nazaré, para a Judeia, para a cidade de Davi, que é chamada de Belém. Ele foi para lá[4] por ser da casa de Davi, e descendente dele. 5 Ele foi[5] para se registrar junto com Maria, sua prometida esposa, que estava grávida. 6 E aconteceu que, enquanto estavam naquele lugar, completaram-se os dias dela ter o parto. 7 Ela teve seu primeiro[6] filho, envolveu-o em panos e o pôs em uma manjedoura, porque não havia lugar para eles se hospedarem[7].

Pastores visitam a Jesus, após serem avisados por anjosEditar

8 E havia pastores naquela mesma região, que estavam nos campos abertos, guardando o rebanho deles durante as vigílias da noite. 9 E um[8] anjo do Senhor apareceu a eles, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e eles tiveram muito medo. 10 E o anjo lhes disse:

- Não tenham medo; porque eu lhes anuncio uma boa notícia de grande alegria, que será para todo o povo. 11 Porque hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês o Salvador[9], que é Cristo, o Senhor. 12 E isto lhes será o sinal: vocês encontrarão um bebê envolto em panos, deitado numa manjedoura.

13 E de repente apareceu junto com o anjo uma multidão do exército celestial, louvando a Deus e dizendo:

- 14 Glória a Deus nos lugares altos, e paz na terra entre os seres humanos que o agradam![10][11]

15 E aconteceu que, quando os anjos foram embora deles em direção ao céu, os pastores disseram uns aos outros:

- Vamos logo até Belém, e vejamos que palavra é esta que aconteceu, que o Senhor nos contou!

16 Então eles foram apressadamente, e encontraram Maria, José, e o bebê deitado na manjedoura. 17 Quando viram, eles contaram a palavra que lhes foi dita sobre este menino; 18 e todos os que ouviram ficaram admirados[12] pelas coisas que lhes foram ditas pelos pastores; 19 mas Maria guardava todas essas palavras, refletindo sobre elas no coração dela. 20 E os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que eles viram e ouviram, assim como tinha sido lhes dito.

A circuncisão de Jesus. Simeão e Ana bendizem ao meninoEditar

21 E quando se completaram os oito dias para ele ser circuncidado[13], ele foi chamado com o nome de Jesus, assim como tinha sido chamado pelo anjo antes de ser concebido no ventre de Maria[14]. 22 E quando se completaram os dias da purificação deles[15] conforme a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o[16] apresentarem ao Senhor, 23 (conforme está escrito na Lei do Senhor:

Todo macho que for o primeiro a proceder[17] do ventre da mãe será consagrado[18] ao Senhor)[19]

24 e também para oferecer um sacrifício conforme o que é dito na Lei do Senhor: um par de rolas[20], ou dois filhotes de pombos.[21]

25 E havia um homem em Jerusalém, de nome Simeão, e este homem era justo e devoto[22], que esperava a consolação de Israel, e o Espírito Santo estava sobre ele; 26 E tinha sido lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não veria sua própria[23] morte antes de ver o Cristo[24] do Senhor. 27 E ele foi ao Templo pelo Espírito, e enquanto os pais estavam trazendo o menino Jesus, para fazerem por ele conforme o que a Lei lhes ordenava, 28 Simeão tomou o menino[25] em seus braços, bendisse a Deus, e disse:

- 29 Agora tu, Senhor, despedes o teu servo[26] em paz, conforme tua palavra;
30 porque meus olhos tem visto a tua salvação,
31 a qual tu preparaste diante do rosto de todos os povos;
32 Luz para revelação aos gentios[27], e glória do teu povo Israel!

33 O pai[28] e a mãe dele ficaram admirados[29] pelo que era dito sobre ele. 34 E Simeão os abençoou, e disse a Maria, a mãe dele:

- Eis que ele está posto para causar[30] a queda e levantamento de muitos em Israel, e para ser um sinal que atrairá opositores,[31] 35 para que os pensamentos de muitos corações sejam revelados; e você também, uma espada passará por dentro de sua alma.

36 Havia também Ana, profetisa, filha de Fanuel, da tribo de Aser; ela era de idade avançada[32], e tinha vivido com o marido por sete anos, desde o seu casamento[33]; 37 e era[34] viúva de oitenta e quatro anos[35], que não deixava o Templo, mas servia[36] a Deus[37] noite e dia, com jejuns e orações. 38 E ela chegou naquele momento, agradeceu a Deus, e passou a falar sobre o menino[38] a todos os que esperavam a libertação[39] de Jerusalém.[40]

39 E quando eles cumpriram tudo conforme a Lei[41] do Senhor, eles voltaram para a Galileia, para Nazaré, a cidade deles. 40 E o menino crescia e se fortalecia[42], enchendo-se de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

Jesus visita Jerusalém com os paisEditar

41 Os pais de Jesus[43] iam todos os anos a Jerusalém para a festa da páscoa[44]. 42 Quando ele tinha doze anos, eles subiram[45] conforme o costume da festa. 43 Ao terminarem os dias da festa[46], eles voltaram. Mas[47] o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que os pais dele[48] soubessem. 44 E eles, pensando que ele estivesse entre os outros viajantes, percorreram o caminho de um dia; e eles o procuravam entre os parentes e conhecidos. 45 Mas como eles não o acharam, voltaram a Jerusalém para o procurarem. 46 E aconteceu que três dias depois o encontraram no Templo, sentado no meio dos mestres[49], ouvindo-os e fazendo perguntas a eles; 47 E todos os que o ouviam ficavam admirados pelo entendimento que ele tinha, e pelas respostas que ele dava[50]. 48 E quando eles o viram, ficaram surpresos; e a mãe dele lhe perguntou:

- Filho, por que tu fizeste assim conosco? Teu pai e eu estávamos atormentados te procurando!

49 Ele lhes respondeu:

- Por que vocês me procuravam? Vocês não sabiam que eu tenho que estar naquilo que é[51] do meu Pai?

50 Mas eles não entenderam a resposta que ele tinha lhes dito. 51 E desceu com eles, e foi a Nazaré, e era obediente[52] a eles. Mas a mãe dele guardava todas estas palavras no coração dela. 52 E Jesus crescia em sabedoria, estatura[53], e em graça diante de Deus e dos seres humanos.

NotasEditar

  1. Ou recensear. O censo era feito para que o Império Romano tivesse informações para cobrar impostos
  2. Ou censo
  3. Ou Este registro foi antes de Quirino ser governador da Síria. Para ver opiniões divergentes, consultar e http://bible.org/article/problem-luke-22-ithis-was-first-census-taken-when-quirinius-was-governor-syriai
  4. Ele foi para lá foi adicionado para dar clareza
  5. Ele foi foi adicionado para dar clareza
  6. Ou primogênito
  7. Enquanto tradicionalmente há a tradução como não havia lugar para eles na hospedaria (ou estalagem), alguns acreditam que tal lugar era na realidade num quarto de hóspedes da casa de parentes de José, onde não puderam ficar
  8. Robinson Pierpont e Textus Receptus contêm eis, mostrando E eis que um anjo...
  9. O artigo em o Salvador não está explícito no grego, fazendo com que alguns traduzam como um Salvador
  10. Ou seres humanos de boa vontade
  11. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contém a palavra que corresponde no português como agrado ou boa vontade no caso nominativo no lugar do genitivo, tornando a tradução como: e paz na terra; [e] boa vontade entre os seres humanos
  12. ficaram admirados: Ou se maravilharam
  13. Textus Receptus inclui o menino ser circuncidado no lugar de ele
  14. de Maria foi adicionado para dar clareza
  15. O Textus Receptus (de Scrivener, mas não o de Estienne) contém dela no lugar de deles
  16. o foi adicionado para dar clareza
  17. primeiro a proceder: Literalmente abrir
  18. Literalmente será chamado santo
  19. Êxodo 13:2
  20. Ver Rola-comum na Wikipédia.
  21. Levítico 12:8
  22. Ou piedoso
  23. sua própria foi adicionado para dar clareza
  24. Ou Messias. Literalmente ungido do Senhor. Consultar Messias na Wikipédia.
  25. Literalmente Ele o tomou. Simeão e o menino foram adicionados para dar clareza
  26. Ou escravo
  27. Ou nações. Gentios era um termo dado para os povos que não fossem de Israel
  28. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm José no lugar de O pai
  29. Ou se maravilharam
  30. causar foi adicionado para dar clareza
  31. que atrairá opositores: Literalmente um sinal falado contrariamente
  32. Literalmente avançada em dias
  33. Literalmente desde a sua virgindade; no caso, deve ser entendido, desde a perda de sua virgindande, na consumação do casamento
  34. era foi adicionado para dar clareza
  35. Ou por oitenta e quatro anos. O grego não é claro se se trata de idade dela ou duração da viuvez
  36. Ou adorava
  37. a Deus foi adicionado para dar clareza
  38. Literalmente sobre ele. menino foi adicionado para dar clareza
  39. Ou redenção
  40. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm em Jerusalém, no lugar de de Jerusalém
  41. Para mais informações, consultar Pentateuco e Torá
  42. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm fortalecia em espírito
  43. Literalmente os pais dele. Jesus foi adicionado para dar clareza
  44. Consultar Pessach na Wikipédia
  45. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm subiram a Jerusalém
  46. da festa foi adicionado para dar clareza
  47. mas foi adicionado por que a oração foi subdividida para dar maior clareza
  48. Robinson-Pierpont e Textus Receptus contêm: José e a mãe dele no lugar de os pais dele
  49. Ou instrutores, professores
  50. Literalmente pelo seu entendimento e respostas
  51. que é foi adicionado para dar clareza. Algumas traduções, como a Almeida Revista e Atualizada, Nova Versão Internacional, e Nova tradução na Linguagem de Hoje, traduzem casa do meu Pai, apesar de casa não estar explicitamente no grego.
  52. Ou sujeito, ou subordinado
  53. Literalmente altura, mas também provavelmente maturidade