Estes olhos meus hei mui gram razom

Estes olhos meus hei mui gram razom
por Vasco Gil


Estes olhos meus hei mui gram razom
de querer mal, enquant'eu já viver,
porque vos forom, mia senhor, veer;
ca depois nunca, si Deus me perdom!,
       pud'eu em outra rem haver sabor,
       erg'em coidar em vós, ai mia senhor!
  
Desses vossos olhos e destes meus
me veo sempre coit[a] e pesar,
poilos meus forom os vossos catar;
ca des i nunca, si me valha Deus!,
       pud'eu em outra rem haver sabor,
       erg'em coidar em vós, ai mia senhor!